News

Piloto da Blau Motorsport saiu da 24a para a sétima colocação na disputa vencida por Rubens Barrichello

Back to full list


Uma largada perfeita e um ritmo forte ao longo de praticamente toda a prova fizeram de Allam Khodair um dos grandes destaques da Corrida do Milhão 2018, disputada no anel externo do Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia. O piloto da Blau Motorsport saiu da 24a colocação, mas antes mesmo de fechar a primeira volta já aparecia em 11o. Depois, após travar diversas brigas e escapar de acidentes, cruzou a linha de chegada em sétimo, conquistando assim a segunda maior escalada da disputa vencida por Rubens Barrichello.

“Foi uma largada estratégica, onde eu tive a felicidade de perceber rápido quais eram os melhores espaços. Quando você sai de trás, tem que decidir sua posição em milésimos de segundo e consegui fazer isso para sair forte no final da primeira curva”, contou o Japonês Voador. “Se tivéssemos conseguido fazer uma tomada classificatória melhor, teríamos brigado pelo pódio”, completou o piloto que ganhou 17 posições ao longo da prova. A escalada só não foi maior que a de Guga Lima, que partiu de 30o e chegou em nono.

Companheiro de equipe de Khodair da Blau Motorsport, Cesar Ramos não teve a mesma sorte na disputa deste domingo. O piloto do carro #30 se envolveu em um acidente com Galid Osman ainda nas primeiras voltas e acabou excluído da prova. “Não tive culpa no toque com o Galid. Ele estava no meu ponto cego e isso ficou comprovado nas imagens da câmera onboard. Mas acabei tocando ele na busca por uma ultrapassagem e ele saiu da prova. Por isso admito que a punição acabou sendo correta”, disse Ramos.

A vitória em Goiânia e o prêmio da décima edição da Corrida do Milhão ficou com Barrichello. Foi a segunda vitória do ex-F1 na prova mais badalada do calendário. O dono do carro #111 dividiu o pódio com Max Wilson e Felix da Costa. A próxima etapa do campeonato está marcada para o dia 19 de agosto, em Campo Grande.


Confira o resultado final da prova:

1. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 39 voltas em 41min24s444
2. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 0s684
3. 444 Antonio Félix da Costa (Hero Motorsport II) – a 1s250
4. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing) – a 4s791
5. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 7s333
6. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 9s654
7. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – a 10s703
8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 15s700
9. 9 Guga Lima (Vogel Motorsport) – 17s707
10. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 17s911
11. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 17s71
12. 86 Agustín Canapino (Cimed Chevrolet Team) – a 18s321
13. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 18s635
14. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 19s279
15. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 24s337
16. 33 Nelson Piquet Jr. (Full Time Bassani) – a 33s074
17. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – a 34s995
18. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 38s925
19. 555 Renato Baga (Bardahl Cifarma RZ) – a 42s133
20. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 42s169
21. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – a 1 volta
22. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – a 8 voltas
23. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) – a 9 voltas
24. 19 Felipe Massa (Cimed Chevrolet Team) – a 9 voltas


NÃO COMPLETARAM
25. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 18 voltas
26. 0 Cacá Bueno (Cimed Chevrolet Racing) – a 18 voltas
27. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 21 voltas
28. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – a 22 voltas
29. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 32 voltas
30. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 34 voltas
31. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 37 voltas
32. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 39 voltas
33. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – excluído
MELHOR VOLTA: Antonio Félix da Costa, 47s622 (média de 203,7 km/h)

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+