News

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Back to full list


NOTA DE ESCLARECIMENTO 

A Blau Farmacêutica S.A. vem a público expressar seu repúdio e irresignação com relação às matérias veiculadas em reportagens destituídas de credibilidade quanto à fidedignidade no tocante as informações prestadas.

Foi veiculada ontem (20/06/2017), pelo site www.conversaafiada.com.br, entrevista supostamente havida entre o jornalista Paulo Henrique Amorim e o Deputado Federal Sr. Jorge Solla, do Partido dos Trabalhadores, a respeito da já noticiada denúncia realizada pelo referido Deputado contra o Ministro da Saúde, versando sobre a aquisição de medicamentos pelo Ministério da Saúde, fornecidos pela Blau Farmacêutica S.A., e alegadamente por preços acima do legalmente permitido.

A Blau Farmacêutica S.A. é uma indústria farmacêutica de capital 100% nacional, dispondo de 5 subsidiárias na américa latina, com 30 anos de experiência no mercado nacional e internacional. No decorrer desses 30 anos vem dedicando-se à produção nacional e inovação tecnológica, agregando conhecimento técnico e mercadológico à indústria nacional, bem como aprimorando seus recursos humanos, o que, em última análise, contribui para o desenvolvimento nacional como um todo.

A Blau Farmacêutica S.A. atua dentro das mais estritas práticas regulatórias sanitárias e concorrenciais, primando, sempre pela transparência, correção, legalidade e ética em todos os seus procedimentos, assim como pela oferta de medicamentos seguros e eficazes, em pleno respeito à saúde humana.

Com relação à entrevista e, especialmente, à divulgação da matéria em questão, a Blau Farmacêutica S.A. lamenta e repudia ter seu nome envolvido – e de forma tão maliciosa - na questão, sem sequer ter tido a oportunidade de ser ouvida a respeito das afirmações publicadas, providência elementar a qualquer órgão de imprensa comprometido com a ética e com atuação pautada por valores democráticos. A esse respeito, a Blau Farmacêutica S.A. informa e destaca que todas as medidas protetivas aos seus direitos estão sendo tomadas, a fim de manter sua reputação tendo em vista os reais fatos ocorridos, vis a vis dos abusos verificados na divulgação da entrevista.

Na reportagem publicada e circulada nas redes sociais, denota-se não só violação ao direito de imagem da Blau Farmacêutica S.A. , seja pela utilização não autorizada de imagem de seu Diretor Presidente e de sua planta, seja pela não indicação dos créditos, mas especialmente pela leviana associação da Blau a práticas dissociadas das premissas e regras que norteiam a contratação no setor público.

A Blau Farmacêutica S.A. sempre atuou e sempre atuará dentro dos limites legais, nunca tendo se valido de qualquer influência política ou de relacionamento, sendo fato incontestável que o fornecimento de produtos aos órgãos públicos, seja por qual modalidade de contratação for, sempre ocorreu nos termos da lei.

A Blau Farmacêutica S.A. esclarece que antes do monopólio no fornecimento pela Fiocruz, com relação aos medicamentos em questão, que perdurou em torno de 13 anos, era líder do mercado brasileiro com 90% de participação nas vendas de alfaepoetina. Suas vendas desbordam as fronteiras brasileiras e alcançam os mercados de 7 países. A alfaepoetina conta com 90 apresentações diferentes que fazem parte do portfólio de produtos da Blau Farmacêutica S.A., as quais são todas produzidas no Brasil. No tocante à ribavirina, importante destacar que a Blau Farmacêutica S.A. conta com registro de preços junto ao Ministério da Saúde, fornecendo o produto somente na falta de fornecimento pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Por fim, mas não menos importante, ao contrário da leviana indagação veiculada na matéria, a Blau Farmacêutica S.A. não vence todos os certames de que participa. E se a Blau Farmacêutica S.A. se sagra vencedora em parte das licitações que participa, é porque invariavelmente ofereceu o melhor preço de aquisição, atuando dessa forma de forma convergente com a preservação dos interesses públicos tutelados pelos órgãos licitantes.

Especificamente com relação ao fornecimento da alfaepoetina objeto da publicação, o governo teve uma economia de mais de R$ 22 milhões, em comparação ao preço que teria pago caso o fornecimento tivesse se dado pela Fiocruz. Já no tocante à ribavirina, a economia foi de R$ 800 milhões, conforme notícia veiculada pelo próprio Ministério da Saúde ( http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/28658-preco-3-000-maior-para-ribavirina-r-25-mi-garante-economia-de-r-800-mi-de-sofosbovir).

A Blau Farmacêutica S.A. é uma empresa apartidária e pró Brasil, sempre.

Conheça mais sobre a empresa acessando o site www.blau.com ou os outros meios digitais, como YouTube, Instagram, Facebook ou via pesquisa no Google.


Português Inglês Espanhol Espanhol
+