News

GT Open: Chris Hahn está confirmado na McLaren ao lado do pai Marcelo Hahn

Back to full list


Depois de três anos acelerando na Euroformula Open, Chris Hahn partirá para um novo desafio em 2020. O jovem piloto de 22 anos que conta com patrocínio da Blau Farmacêutica e Preserv irá competir ao lado do pai Marcelo Hahn em parte da temporada 2020 da GT Open a bordo da McLaren 720s preparada pela Teo Martin Motorsport.

Chris será o parceiro do pai nas etapas de Paul Ricard, Red Bull Ring e Spa Francorchamp. Nas demais provas (Hungaroring, Monza e Barcelona), Hahn seguirá acelerando ao lado de Allam Khodair na categoria PROAM.

“Estou muito empolgado com este novo desafio. Participei dos treinos de pré-temporada que fizemos nos circuitos de Portimão e Estoril na última semana e realmente é um carro bastante diferente de tudo que já guiei. Vou ter que passar por uma fase de adaptação ao carro, principalmente por conta do motor turno, mas já deu para sentir que é um equipamento rápido e com grande potencial para buscarmos bons resultados no campeonato”, afirmou Chris Hahn,

Chris trás no currículo uma única e vitoriosa participação na GT Open. Foi em 2018, na disputa da grande final do campeonato, em Barcelona. Acelerando ao lado do austríaco Lucas Auer a bordo de uma Mercedes AMG GT3, o piloto brasileiro foi primeiro colocado na categoria PROAM e terceiro colocado na geral.

“Foi uma estreia fantástica, com um grande resultado. Mas o que já deu para sentir depois deste primeiro teste com a McLaren é que ela é completamente diferente da Mercedes. Esta participação na temporada de 2018 ajuda no sentido de conhecer a categoria, ter experiência com o pitstop com troca de piloto, assim como ter disputado três temporadas de Euroformula Open me ajudará nesta adaptação pelo fato de já conhecer as pistas onde vamos disputar o campeonato deste ano”, completou o piloto que também tem vitórias em outras categorias de carros de turismo, como a FARA nos EUA, e na Porsche Challenge, no Brasil.

Para Marcelo, a parceria com Chris remonta a estreia do filho no automobilismo. As primeiras aceleradas do jovem Hahn depois de deixar o kart foi a bordo de uma Mercedes CLA AMG também em parceria com o pai, em 2014, no Merecedes Benz Challenge. Na época, Chris tinha apenas 16 anos.

“Estou muito feliz em voltar a correr com o Chris e bastante animado com esta parceria para algumas etapas do campeonato. O primeiro contato dele com o carro foi muito bom e acredito que ele vai conseguir se adaptar rapidamente ao estilo de guiada que a McLaren exige. Espero que possamos conquistar bons resultados juntos para fazer uma grande festa em família”, finalizou Marcelo Hahn.

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+